quarta-feira, 30 de março de 2011

BUSCANDO DEUS





Quem nunca sofreu as dores
Quem nunca teve aflição? E é nesta hora amarga
Que busca o Pai querido
Rumo a renovação.
Quem já cresceu nos penares
Quem já brilhou nos pesares
Purificou-se nos prantos?
Quem louvou o Pai no canto
Na música que acalma
E quando o sol nasceu agradeceu mais um dia
Linda manhã que nasceu.
A prece que acaricia
A toda alma aflita
Também nos momentos de gloria
Buscar o Pai no infinito.
Benditas almas que cantam
Benditas almas que oram
Benditas vozes que buscam
O Mestre a qualquer hora
As lágrimas, dores e prantos.
Com certeza vão embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...