domingo, 11 de dezembro de 2011

NATAL DE JESUS

NATAL DE JESUS





Jesus o Mestre Bendito
Protetor de toda a terra
Faça as luzes do infinito
Espalhar por toda a terra.
Que o mestre nesta hora
Olhe por todos que choram
Possa as lagrimas secar,
Tira-los do frio solo
E carregá-los no colo.
Que o seu consolo bendito
Possa vir como presente
A nós e a toda gente
Que sofre nas avenidas
Jogados como indigentes

E o pouco que ainda temos
Dentro dos corações
Possa ser multiplicados
Pra dividirmos o pão.
Oh! Jesus Mestre dos mestres
Console os filhos seus,
Neste natal que e tão seu
E muitos anda não sabem
Não conhecem o seu natal
E comem em mesas fartas
Esquecendo a fome ao lado,
Os que choram toda a sorte
Fome de amor e perdão
A fome da solidão
A fome triste do pão.
São pessoas sem carinho
Sem calor de um filhinho
Ou aconchego de mãe.
Que ao dirigirmos á mesa
Farta de alimentação
Possamos lembrar-nos do irmão
Que sequer come um pão.
Quando os homens conhecerem
O que é natal verdadeiro
Jesus ficará feliz
E toda a humanidade
Deixará de ter as dores
E será a terra amada
Que o mestre sempre quis

Mensagem psicografada o dia 18 de dezembro de 2010 no Portal da luz – Dourados MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...