terça-feira, 24 de setembro de 2013

POEMA DAS CORES



POEMA DAS CORES

 

 

 Quem foi que falou


Que a  alegria acabou

E a cor mitigou?

Quem foi que   falou

 Que o sol brilhará

 Somente pra lá?

Quem pronunciou

 Gritou , anunciou

Que os ventos de agosto

 Só  trazem desgosto?

Os ventos de agosto

 Sopram com gosto.

As águas de março

 Regam o chão.

As flores de setembro

  Alegram o coração.

Olhem a Beleza

Da tal natureza

 E Do sol de verão.

Da neve tranquila

 Magias multicores

Aro- Iris de cores

Trazendo a paz

 Ao  meu coração

Quem foi que  falou

Que a flor não e bela

Azul  ou amarela

Do campo ou jardim?

São cores bonitas

Feitas pra você

Alegres pra nós

 E belas pra mim.

E Deus tão presente

Mostrando aos homens

Que a terra é bela

Que e linda é singela

A sua criação.

É Deus tão presente

No canto das aves

Nas cores das flores

No sol de mil cores

E no meu coração


Portal da Luz  24  de setembro de 2013 ( primavera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daqueles que padecem do mal da ambição e vaidade.

Queridos irmãos trabalhadores da paz, as palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daquel...