sexta-feira, 27 de junho de 2014

PAI!




Pai de Misericórdia, como é difícil amar o nosso inimigo, como é longa a caminhada do amor incondicional? como abraçar a dor e o sofrimento daquele que  fez sangrar a alma e o coração? como hei de ser brando e humilde de coração se meu próximo tanto desafeto e dor me fez passar? Quantas lágrimas chorei, quantos açoites  suportei? quantas injúrias? e hoje tão lindas palavras são ditas e tão longa é a jornada para cumprir tais mandamentos. Pai de Amor e Bondade, vinde a mim com o Seu Amor sem fim, transforme minha dor em perdão, que minhas chagas sejam transformadas em luz e que a sabedoria tome o espaço onde agora mora o orgulho ferido. Faça de mim um ser maior, mas próximo de ti. Estou com dor, cansado demais, me alivie o coração e preencha com o bálsamo infinito do Seu Amor.
Quero ser luz Pai, e tenho fé que assim será. Minha caminhada é árdua, mas creio que nunca estive só. Aguardo na paz do Criador e dos irmãos de luz aqui presentes. Essa paz no coração, rogando um irmãozinho em busca da evolução. Fiquem com Deus, Pai Misericordioso. Um abraço em Cristo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...