domingo, 22 de maio de 2016

Somos todos Um, enquanto um único irmãozinho não partilha de tudo aquilo que lhe foi doado, não existirá a paz sobre o nosso amado planeta. A dor do meu próximo sangra meu peito, enquanto ele não encontrar a paz e a luz infinita da criação todos estaremos unidos pela sua dor.

Arranquem os grilhões que amarram suas pernas e impedem que trilhem o caminho tão almejado. Abandonem as mordaças que sufocam suas palavras benditas no clamor de uma prece. Não sejam escravizados pelo medo que congela aquela centelha divina do bom ânimo, do bem fazer do ser e não ter. Que todas as lágrimas ou lamúrias passem pela certeza plena de que tudo podemos, somos luz, portanto criadores de tudo aquilo que nos prende ou que nos liberta. A transição do ser único para o ser de um todo, não precisa ser sofrida. Escolham o amor esqueçam a dor, trabalhem, em benefício das pessoas aprisionadas na energia do ódio, pois são irmãozinhos queridos, colocados no nosso caminho, não por acaso, mas para ser o instrumento para a nossa libertação. Nada teremos aprendido se passarmos pela transição sem aprendermos as grandes mensagens que esse período nos traz. Somos todos Um, enquanto um único irmãozinho não partilha de tudo aquilo que lhe foi doado, não existirá a paz sobre o nosso amado planeta. A dor do meu próximo sangra meu peito, enquanto ele não encontrar a paz e a luz infinita da criação todos estaremos unidos pela sua dor. Doem amor, doem-se, deem-se as mãos, pois uma tormenta não derruba aquele que se encontra amparado por outra. Fiquem na paz infinita que se faz incansavelmente nessa casa ou Portal de Amor. Um abraço cheio de carinho. Irmã Cecília. MENSAGENS PSICOGRAFADAS NA UE ALLAN KARDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daqueles que padecem do mal da ambição e vaidade.

Queridos irmãos trabalhadores da paz, as palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daquel...