segunda-feira, 25 de julho de 2016

Auto perdoar-se, corrigir-se e reparar o mal é muito mais saudável do que punir-se.

Fique em Paz



 A doença também surge quando há um sentimento de divisão interior advindo dos conflitos da culpa, que fomentam enfermidades e acidentes como forma de autopunição. Para recuperar a saúde, convença-se logo de que você precisa se sentir em paz, isto é, precisa estar reconciliado consigo mesmo, pouco importando o tamanho dos seus tropeços. Ninguém alcança a saúde se está com um abcesso chamado "culpa".
A autocondenação é um processo perverso, pois não nos redime dos equívocos, ao revés permanecemos aprisionados a eles repetindo os mesmos enganos.
Jesus propõe outro roteiro para nossos enganos. Pede-nos para não resistirmos ao mal, isto é, para não usarmos as mesmas armas do mal, porque o mal não faz bem a quem o comete. O mal não produz saúde, o mal traz enfermidade. A Culpa é um mal, pois é uma espécie de condenação, e Jesus nos pede para não julgarmos, pede para darmos a outra face, a face do perdão e do amor.
 E por que nós não seríamos dignos de também receber esse perdão? Não são os doentes que precisam de remédios?
 Então o auto perdão é o remédio que Jesus nos receita, a terapia para não resistirmos ao mal que o sentimento de culpa nos causa.
 Não resistimos ao mal também quando, ao lado do auto perdão, buscarmos o amor em forma de mudança positiva de nossas condutas.
 Auto perdoar-se, corrigir-se e reparar o mal é muito mais saudável do que punir-se. O Médico Jesus lhe prescreve o amor em forma de reconciliação consigo mesmo e com os seus irmãos.
José Carlos de Lucca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...