terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Continuar a caminhada

 
 
 
 
Continuar a caminhada
Sabemos que nosso tempo é limitado nessa terra que habitamos.
Na maior parte, tanto na erraticidade quanto na vida de encarnado, há um tempo maior ou menor. Um tempo que é determinado pelos nossos acertos, pela forma como vivemos e morremos –
Assim nem ficamos pra sempre em lugar nenhum.
A vida continua tanto lá como aqui. Recomeçá-la é o mais difícil.
Ao viver a separação de quem amamos, daqueles que se vão de nosso lado, toda uma dor nasce em nossos corações.
Mas também quem parte se percebe só, numa vida totalmente nova, onde o amor é a moeda para tudo que revivamos, para que retomemos a vida que um dia deixamos lá –
Da mesma forma que lentamente, os que aqui estão delicadamente guardam em suas memórias os amados que se foram, os que se foram guardam com toda a ternura em seus corações aqueles que ficaram, e aos poucos retomam sua vida espiritual.
É preciso que aconteça assim – que da parte dos dois mundos, encarnados e desencarnados ocorra a desvinculação.
Não é o esquecimento, nem é o abandono – é o desapego necessário para que todos continuem sua caminhada.
Deus iluminará o caminho de cada um – os mentores, os anjos de guarda lá estarão a cada passo do caminho com amor e dedicação.
 
Gabriel
 
 

Prece de Cáritas

Prece de Cáritas

“Deus nosso Pai,
que Sois todo poder e bondade,
dai força àqueles que passam pela provação,
dai luz àqueles que procuram a verdade,
e ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.
Deus,
dai ao viajante a estrela Guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.
Pai,
dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito, a verdade,
à criança o guia,
ao órfão, o pai.
Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem, e
esperança para aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores,
derramarem por toda à parte a paz, a esperança e a fé.
Deus,
um raio, uma faísca do Vosso divino amor pode abrasar a Terra,
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e
todas as lágrimas secarão,
todas as dores acalmar-se-ão.
Um só coração, um só pensamento subirá até Vós,
como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha,
nós Vos esperamos com os braços abertos.
Oh! bondade, Oh! Poder, Oh! beleza, Oh! perfeição,
queremos de alguma sorte merecer Vossa misericórdia.

(Cáritas)

As palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daqueles que padecem do mal da ambição e vaidade.

Queridos irmãos trabalhadores da paz, as palavras que precisamos deixar hoje são súplicas do Plano superior em benefício daquel...