segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Sempre dói quando chegamos às nossas verdades e admitimos a inutilidade e incapacidade de sermos nossos maiores amigos e nos sustentarmos voltando para nós, para nosso interior a luz que tudo ilumina cheio de amor.

 
 DORES DA VIDA
 
 
 
Não nascemos para sofrer, a dor jamais deveria ser nossa companheira, mas o que fazemos e o que não fazemos nos levam à dor – porque dói perceber que nada fomos, que nada fizemos pelo bem de nossos próximos.
Dói sentir que o tempo passou e de nada nos serviu.
Nada fizemos por nós mesmos pelo nosso crescimento espiritual.
Oportunidades perdidas, vidas vazias, perda do tempo precioso que Deus, em Sua misericórdia nos ofereceu, nos permitiu viver.
Sempre dói quando chegamos às nossas verdades e admitimos a inutilidade e incapacidade de sermos nossos maiores amigos e nos sustentarmos voltando para nós, para nosso interior a luz que tudo ilumina cheio de amor.
Que desfaz a dor que está entranhada em nossa alma.
Estenda Suas mãos Senhor e apazigua a dor de nossa alma. Que Seu amor preencha todos os cantos sombrios de nossas lembranças.


GABRIEL
 U. E ALAN KARDEC - DOURADOS MS

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...